segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Fractus



Alva a neve
voa
veste iluminando
as valas os vãos os vazios
fracções congeladas
não Euclidianas desta geometria
minúscula
complexa em sua simplicidade
triangular gélida
infinita
frágeis cristais límpidos
multicolores
na alvura deste ar congelado
em movimento

A nuvem baixa
descende em faixa
refletem céu e terra
a bruxuleante luz branca
refractada, crepuscular

imagens caleidoscópicas
pontiagudas ante o eixo
triangular da mensagem
matemática
enigmática
pragmática...
sob a lâmina do instante
jaz a objetiva ocular
mesmerizada
buscando decifrar
o breve instantâneo
grafado desde o universo






Postar um comentário